Direitos, deveres s compromisso

 

DEVERES DOS VOLUNTÁRIOS

1. Manter os assuntos confidenciais em absoluto sigilo;

2. Respeitar as normas (formais e informais) e regimento interno da entidade;

3. Respeitar valores e crenças das pessoas e da entidade na qual trabalha;

4. Agir de acordo com os princípios da entidade onde se encontra inserido;

5. Empenhar-se em oferecer os melhores serviços possíveis;

6. Não utilizar os recursos da entidade sem autorização prévia;

7. Não abusar da posição da entidade para benefício pessoal;

8. Avisar previamente quanto à sua necessidade de se desligar temporária ou definitivamente contribuindo para que as missões na entidade não saiam tão prejudicadas;

9. Aproveitar as capacitações oferecidas e colocá-las em prática em prol da entidade;

10. Trabalhar com ética;

11. Apoiar de maneira ativa a associação, aderindo aos seus objetivos e informando-se das suas políticas de funcionamento;

12. Comprometer-se a cumprir corretamente as tarefas definidas e negociadas em conjunto, de acordo com as suas capacidades e tempo disponível e responsabilidades assumidas

 

DIREITOS DOS VOLUNTÁRIOS

1. Receber informação acerca da missão da organização, objetivos e área na qual se propõe atuar;

2. Ter acesso a informações e descrições claras do trabalho e responsabilidades que lhe cabem,

3. Ter a oportunidade de desenvolver uma tarefa que valorize e aproveite ao máximo sua capacidade, de acordo com seus conhecimentos, experiências e interesses,

4. Conhecer os dirigentes da entidade, equipe de trabalho, grupo de voluntários, público alvo, usuários e beneficiários;

5. Conhecer os recursos comunitários disponíveis, em benefício do trabalho social da entidade;

6. Escolher a área de trabalho onde deseja atuar dentro das opções disponíveis e necessárias na instituição;

7. Cumprir os termos acordados com a entidade quanto ao tempo a ser doado, ao trabalho a ser realizado e suas disponibilidades;

8. Ter apoio e acompanhamento no trabalho que desempenha (formação, supervisão, esclarecimento de dúvidas e avaliação do seu desempenho e expectativas) e de ser ouvido nas suas opiniões e sugestões.

 

COMPROMISSO

O voluntário trabalha especialmente para as pessoas...e estas dependem do seu trabalho, da sua dedicação e carinho, muitas vezes, para sobreviverem, ou levarem uma vida mais alegre, mais digna. Portanto, o voluntário deve assumir o compromisso no que faz, lembrando sempre que há pessoas carentes e debilitadas esperando por ele, pelos seus serviços..."

 

Assinar o termo de adesão deve ser um ato consciente e responsável.

 

Este termo de adesão é importante, pois:

 

1-Assegura a permanência e compromisso do voluntário;

2-Assegura a cobertura permanente da atividade;

3-Permite a entidade conhecer a posição de cada voluntário na entidade e em cada atividade;

4-Possibilita conciliar a disponibilidade dos voluntários com determinadas atividades;

5-Facilita cruzar as necessidades de cobertura de uma atividade com as preferências do voluntário;

6-Fomenta o sentido de responsabilidade individual e grupal;

7-Oferece uma atividade estável na qual se identifique claramente: o voluntário, o funcionário e a entidade.

Reuniões

com as Entidades Sociais Filiadas.
Nas segundas sextas-feiras de cada mês. Início às 14h00
Local: Av. Sen. Luiz Xavier, 103 - 5º andar
espaço cedido UNINTER- Garcez


A Pauta das Reuniões estará em nosso site, na semana que antecede. Obrigado!!